11/05/2013

Odeio as Estrelas Por Serem Culpadas.


Confesso que disse a mim mesma que não ia comprar esse livro. A história, com a premissa de romance monogâmico + doença fatal pareceu Nicholas Sparks demais pra mim. Odeio Nicholas Sparks. Via várias resenhas dizendo sempre a mesma coisa: que acharam lindo, fofo, que choraram. Mas um tempo depois percebi que as resenhas também falavam outra coisa: que o livro era engraçado. Afinal, o autor é um vlogger  americano super famoso no Youtube, não teria como não ser engraçado. Acabei indo na livraria, e como ele estava com um preço legal, resolvi me render. Meu pensamento era de que se fosse ruim, no mínimo a capa bonita iria enfeitar a minha estante. Comecei a ler na mesma noite, assim que cheguei do shopping, com as expectativas abaixo de zero, e já na segunda página eu dei risada com a Ironia da personagem principal, que acha graça e faz piada com a própria doença. Confesso que esperava uma personagem meiguinha e fofinha, cheia dos mimimis, mas, felizmente, a Hazel me surpreendeu por ser bem parecida comigo. 

Não consegui parar de ler o livro e só fui dormir assim que terminei de lê-lo, ás 4 horas da madrugada, e se ele tivesse mais páginas eu certamente continuaria o lendo por toda a madrugada, e até viraria a noite com ele, como fiz com "Cilada", meu livro favorito, e com "Alta Tensão", do Harlan Cooben. É bom meus pais não ficarem sabendo dessa parte.


Se você não faz ideia do que eu estou falando, ou já viu muita gente falando desse livro e não sabe do que se trata, aqui vai a sinopse: culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.



A Hazel é super irônica, adora ler seu livro favorito, o Uma Aflição Imperial, repetidas vezes (lembrou a minha relação com Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Já li ele oito vezes.), adora ficar em casa (apesar de sua mãe acreditar que isso é um sinal de depressão por causa da doença) e tem algumas tendências meio nerds. Outra coisa que me surpreendeu foi a forma em que o romance se desenrola. Claro que há alguns clichês no meio da história, uma pitada de clichê é necessária quando o assunto é amor, mas o jeito em que o romance dos dois percorre é bem original. O Gus, par romântico da Hazel, é super legal e tão irônico quando ela.  Mas nem a Hazel e nem o Gus são meus personagens favoritos da história: gostei mesmo foi do Isaac, o amigo cego em comum dos dois. 



Outra coisa que tenho que confessar é que me emocionei com o livro. Sim, eu chorei. E olha que eu nunca me emocionei com nada com conteúdo romântico antes: nem livros, nem filmes, nem músicas... mas fiquei um pouco abalada com um acontecimento em especial do livro.  Sério: fiquei umas duas horas deitada na cama em choque depois de terminar o livro. Uma colega de classe mais emotiva, pra quem emprestei o livro, até faltou á aula depois de o terminar. É, galera: apesar de o livro ser engraçado ele vai, no mínimo te deixar com aquela depressão típica de final triste.  Se preparem. 

“Vai chegar um dia em que todos vamos estar mortos. Todos nós. Vai chegar um dia em que não vai sobrar nenhum ser humano sequer para lembrar que alguém já existiu ou que nossa espécie fez qualquer coisa nesse mundo. Não vai sobrar ninguém para se lembrar de Aristóteles ou de Cleópatra, quanto mais de você. Tudo o que fizemos, construímos, escrevemos, pensamos e descobrimos vai ser esquecido e tudo isso aqui vai ter sido inútil. Pode ser que esse dia chegue logo e pode ser que demore milhões de anos, mas, mesmo que o mundo sobreviva a uma explosão do Sol, não vamos viver para sempre. Houve um tempo antes do surgimento da consciência nos organismos vivos, e vai haver outro depois.”

- A culpa é das estrelas, pág 19


O que eu senti lendo esse livro? Sinceramente não sei. O livro não é lindo só pelo fato do romance, mas sim porque ele tem toda uma beleza, tanto nas partes alegres e coloridas quanto nas partes tristes. Definitivamente entrou para minha lista de favoritos, se não virou meu favorito. Gostei muito e saí recomendando pra todo mundo! A descrição do Mark Zusak, que está na capa está completamente certa: Você vai rir, vai chorar e vai querer ainda mais. Quero muito ler todos os livros do Jonh Green agora. Dei 5 estrelas pra ele no Skoob e aqui na resenha só porque não tem como dar mais estrelas, porque se houvessem um milhão de estrelas de avaliação eu daria todas elas para esse livro é irônico dizer que daria todas as estrelas pro A culpa é das estrelas?. O livro é fácil de ler, a narrativa é super gostosa e flui bem rápido, a capa é linda e a edição por dentro também é linda. Vale muito a pena.

E você, já leu A Culpa é das Estrelas? Se sim, o que achou do livro? Gostou? Particularmente, acho meio difícil encontrar alguém que não gostou dele, a história conquista qualquer um. Se não VÁ LER. SÉRIO. , você tem vontade de ler? Me conte aqui em baixo nos comentários!
Por Beatriz de Oliveira. 

22 comentários:

  1. EU PRECISO LER ESSE LIVRO LOGO!!!
    ;) vou surtar se n comprar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MELHOR. LIVRO. DO. ANO. apenas. SHAUHSUA

      Excluir
    2. MELHOR.LIVRO.DA.VIDA.apns huehe

      Excluir
  2. Deve ser um livro lindo, só vejo elogios! *---------*

    http://senhoritapriscila.blogspot.com
    Curti a fan page? (www)
    @priscilafrr,
    beijo.

    ResponderExcluir
  3. Eu admito que tenho medo de comprar livros que caem na graça de muitas pessoas, costumo não gostar. Eu comprei "um dia" e detestei. Nem terminei de ler. Mas esse livro está na minha lista de desejos, assim como a lista negra. Espero comprar até o final do ano. Já que ando sem tempo e com alguns livros para serem terminados desde o início do ano. haha
    Parabéns pela resenha e pelas fotos, ficou tudo muito bonito. Beijo flor.

    Diva Pensante (perfil)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dia é bem assim: ame ou odeie. quero muito ler!
      também quero ler lista negra, mas é caaaaaro... hahaha

      Excluir
  4. Também achei esse livro diferente em todos os sentidos, tem algumas fórmulas bem usadas em livros assim, acho que é quase inevitável, mas tem uma escrita diferente e uns pontos bem originais, que ficam marcados e é muito difícil pensar em um mundo sem eles (Gus...), pelo menos para mim...Gostei muito viu? Um dos meus livros favoritos!
    http://sonhosdemell.blogspot.com.br/
    -M

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ♥gus♥
      adoro a escreita do jonh green, quero ler mais coisas dele!

      Excluir
  5. First off I would like to say terrific blog! I had a quick question that I'd like to ask if you don't mind.
    I was interested to find out how you center yourself and clear your head prior to writing.
    I've had difficulty clearing my thoughts in getting my thoughts out. I truly do take pleasure in writing however it just seems like the first 10 to 15 minutes tend to be lost just trying to figure out how to begin. Any suggestions or tips? Kudos!

    My web site: Cheap Ray Bans

    ResponderExcluir
  6. MEU LIVRO FAVORITO! Sua resenha está muito boa também, sempre tenho dificuldade de apresentar esse livro para minhas amigas que odeiam o Nicholas Sparks (acredite, tenho muitas) e nunca consigo convence-las, mas você se expressou tão bem, acho que vou é sair dando o link para todo mundo vir aqui ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é fantástico, é impossível não gostar! Obrigada, Lara *-*

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Esse livro parece realmente ser bom estou louca pra ler,Amei seu blog lindona e já estou seguindo.

    Beijinhos com glitter,
    http://dayanemarcelly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, Beatriz! Tudo bem?
    Esse livro é LINDO! Impossível não se apaixonar e se emocionar com uma trama tão bela! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A. BIANCA. DO. HELLO. STAR. TÁ. AQUI.
      THIS IS REAL LIFE OR THIS IS JUST FANTASY????
      Sempre assisto seus vídeos!
      O livro é linfo mesmo, tanto na aparência quanto no conteúdo!

      Excluir
  10. Finalmente achei alguém que também não gosta do Nicholas Sparks. Os livros dele são muito dramáticos cara, não aguento!

    E agora deixa eu elogiar sua resenha: foi uma das melhores que eu li. E olha que eu ja li muita resenha desse livro. No dia que eu terminei de lê-lo, ele entrou direto pra primeira posição na minha lista de favoritos.
    Assim como você, eu também relutei muito pra ler ele, mas depois que comecei foi bem difícil para, apesar de eu ter feito uma greve de 5 min apos ler sobre a morte do gus.
    Ja li o livro 2x e agora estou correndo com o que estou lendo no momento pra começar logo a ler O Teorema Katherine, do John Green também. To super curiosa pra ler.

    Beijos,
    Dear Bella

    ResponderExcluir
  11. Eu li esse livro faz mto mto tempo, e não achei tudo isso não. É bonito, uma história forte, mas não chorei com ele. Teve muita coisa sem noção, que me fez achar a história meio boba em alguns pontos, mas no mais é bem legal. Mas meu livro favorito ainda é "Desculpa se te chamo de amor". 500 páginas de loucuras e muita emoção!

    ResponderExcluir
  12. Nossa, esse livro deve ser super legal, pelo o que eu ouvi falar... Estou doidinha para ler ele ! Eu nunca li um livro na minha vida, pois é , e eu quero muito entrar nesse ''mundinho dos livros'' e acho que esse livro é um bom livro para começar !

    Acabei de conhecer o seu blog, e achei absolutamente incrível ! Seus posts são muito interessantes e legais ! Já estou lhe seguindo !

    Beijoos !
    http://divinaimperfeicao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Comigo foi exatamente assim. Nas primeiras páginas eu ja tava amando a Hazel, por causa de sua ironia. E eu me apeguei tanto ao livro que eu li não querendo ler, não queria que ele terminasse e ao mesmo tempo queria saber mais e mais.
    Eu fiquei,tipo, sem saber como agir quando terminei. Ainda não sei nem explicar o que eu senti sobre esse livro.

    ResponderExcluir